domingo, 28 de agosto de 2011

Efemeridade


Era dia. Agora é noite.
Estava alegre. Agora estou só.

Passou como passa um suspiro. Como se os ponteiros do relógio só tivessem segundos para contar.
Fecho os meus olhos e ainda posso sentí-lo aqui. O seu abraço. O seu sorriso. O seu beijo.

Aqui ao meu lado. Agora tão longe.
Estavas aqui. Agora não mais.


Fonte: internet

Um comentário:

** Dri ** disse...

Amiga?? Tpa td bem??
fiquei preocupada..
bjs